Breve história

A minha foto

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Batista foi inaugurada em 30 de março de 1960. Atualmente está sob a Direção da Professora Vera Lucia Leimann Kruklis, Vice-direção Professora Catiusa de Vargas.

Neste ano de 2017 a escola está completando 57 anos de funcionamento tendo como lema “Construindo Conhecimentos, Formando Cidadãos”.

Possui atualmente uma equipe composta por 1 Supervisora, 1 Orientadora Educacional, 18 Professores, 1 Monitora de Informática, 1 Instrutor de Música, 1 Secretária, 1 Merendeira, 3 Serventes, 7 Monitores do Programa Novo Mais Educação que atendem 162 alunos da Educação Infantil à 9º ano.

Através de atividades inovadoras a Escola prima por uma educação de qualidade voltada a garantia de direitos e valorização das crianças e adolescentes quanto a aprendizagem através de conteúdos teóricos e práticos, vivenciando valores necessários para se formar um cidadão consciente que possa assumir seu papel social.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

ANIVERSARIANTES DO MÊS DE JUNHO - 2016


Homenagem carinhosa da EMEF Batista a todos alunos (as)
TURNO DA MANHÃ:
03à Anelise Bueno Pelisson – 8º ano
15à Luiza Vieira de Almeida – 8º ano
20à Willian Kalebe de Matos – 8º ano
22à Paola de Souza Antunes – 5º ano
22à Elaine Barz da Silva – 7º ano
23à João Paulo Zan – 7º ano
24à Aline Samara da S. Soares – 7º ano
26à Émilly Gabriély Medeiro – 9º ano
27à Fabieli R. Gonçalves – 8º ano
28à Alan dos Santos Cassiano – 8º ano

TURNO DA TARDE:
06à Ismael Henrique de Avilla  - JA
08à Ícaro Soares dos Santos - JA
10à Ana Julia Taborda – JB 
15àMicheli Sejanes da Luz – JB
17àJuan Rossini Mensch – JB
20à Lucas Andrei da Silva – 4º ano
21àMatheus de Moura Rodrigues – JB
28à Enzo Stival – JB 
28à Fernanda dos Santos Vaz – 1 º ano

Aos profissionais da Escola também:
02à Cláudia Goulart Rosa - Merendeira
10à Gabrieli Lunardi de Oliveira - Professora do 1º ano
16à Solange Maria Piotrowski - Professora de Ciências
21à Silvia Maria Copetti Calegaro - Diretora



O teatro na escola: a arte que ensina a viver

      Anualmente o Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, tem proposto às escolas momentos culturais como a apresentação de espetáculos teatrais. Neste ano enfatizando a importância da arte, da cultura e da expressão na escola, firmou-se uma parceria com o SESC de Santo Ângelo.
       A proposta é desenvolver durante este ano o teatro com o objetivo de oportunizar às crianças uma multiplicidade de linguagens atingindo o imaginário, ações de recreação para as escolas locais em eventos voltados para educação e mostras literárias.
     Para marcar o início destas atividades culturais, foi apresentado para 480 alunos da Educação Infantil, 1º e 2 anos da Rede Municipal e da Escola Estadual Otávio Bos, no Ginásio de Esportes da EMEF Canova o Espetáculo ABRE A BOCA E FECHA OS OLHOS – do Grupo de Teatro Luz e Cena da cidade de Novo Hamburgo, que com muita diversão abordou o tema Educação Alimentar.
      Através do teatro e da literatura é possível desenvolver uma multiplicidade de linguagens e atingir o imaginário das crianças conscientizando-as sobre a importância de termos hábitos saudáveis na alimentação.
















segunda-feira, 6 de junho de 2016

TRABALHO IMIGRANTES - 7º ANO

         A vinda dos imigrantes para o Brasil começou com D.João VI, o objetivo era construir pequenas propriedades familiares que garantissem a ocupação efetiva do território.
             Com o fortalecimento do movimento abolicionista e a expansão da venda do café no mercado internacional, a mão de obra para as lavouras tornou-se um problema para os cafeicultores. Dessa forma, em 1871, foi criado um programa de imigração, destinado principalmente à Província de São Paulo.
             No sul do Brasil, a fixação dos imigrantes ocorreu por meio da formação de núcleos coloniais em torno da pequena propriedade.
          Assim, os alunos coordenados pela professora Luciana, foram desafiados a pesquisar como foi a chegada destes grupos ao Brasil, seus costumes, festas, língua, vestimentas, músicas, danças, etc.
             Após a apresentação das pesquisas houve uma degustação de pratos típicos.


Sernik - Torta de Requeijão - Poloneses


Palha Italiana - Italianos

  
Cuca de Requeijão - Alemães


Bolinho - Açorianos


Pão Holandês - Holandeses