Breve história

A minha foto

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Batista foi inaugurada em 30 de março de 1960. Atualmente está sob a Direção da Professora Vera Lucia Leimann Kruklis, Vice-direção Professora Catiusa de Vargas.

Neste ano de 2017 a escola está completando 57 anos de funcionamento tendo como lema “Construindo Conhecimentos, Formando Cidadãos”.

Possui atualmente uma equipe composta por 1 Supervisora, 1 Orientadora Educacional, 18 Professores, 1 Monitora de Informática, 1 Instrutor de Música, 1 Secretária, 1 Merendeira, 3 Serventes, 7 Monitores do Programa Novo Mais Educação que atendem 162 alunos da Educação Infantil à 9º ano.

Através de atividades inovadoras a Escola prima por uma educação de qualidade voltada a garantia de direitos e valorização das crianças e adolescentes quanto a aprendizagem através de conteúdos teóricos e práticos, vivenciando valores necessários para se formar um cidadão consciente que possa assumir seu papel social.

quinta-feira, 27 de março de 2014

ATIVIDADES 1º ANO

Na faixa etária de 6 e 7 anos a qual condiz aos alunos(as) do 1º ano, as crianças apresentam maior capacidade de concentração, fixam-se como ouvintes, conquistam sua linguagem e encontram-se na fase do realismo imaginário, onde pensam que a imitação representa a realidade. Para elas as coisas são vivas e dotadas de intenções e sentimentos.
Desta forma no dia 24/03 os alunos(as) realizaram uma roda de leitura através do acervo do 1º ano do PNAIC. Os(as) alunos(as) Alexandre, Adilson, Kauã e Gabriele escolheram, leram, releram e contaram para os colegas as histórias de seus livros.
Dentre outras atividades realizadas esta se desenvolve uma vez por semana e com ela os alunos(as) estão adquirindo conhecimento, repertório de histórias e desenvolvem a linguagem oral com facilidade.
















ALFABETO DE RÓTULOS

Os alunos do 1º ano juntamente com a professora Katiana Sparrenberger realizaram uma atividade referente a sequencia didática das datas de 05/03 à 22/03, a qual levou os alunos(as) a conhecer e reconhecer as letras do alfabeto, trabalhando e identificando as letras do seu primeiro nome em rótulos, com isso foi confeccionando um cartaz com o "Alfabeto de Rótulos". No qual a primeira letra de seu nome correspondia a primeira letra que iniciava a palavra do rótulo.
Agradecemos pela parceria das famílias nos auxiliando no envio dos rótulos!






quarta-feira, 26 de março de 2014

"Rodinha de músicas preferidas"

"Rodinha de músicas preferidas", é um momento reservado duas vezes por semana pela turma do 1º ano juntamente com a professora Katiana Aparrenberger, onde cada aluno(a) pode escolher a sua música preferida para compartilhar com os seus colegas,os mesmos desenvolvem o gosto pela música infantil, a oralidade, a autonomia, a expressão corporal e o repertório.










INTEGRAÇÃO NA HORA DO RECREIO

Em qualquer parte, o brincar sempre será um momento muito importante para a criança, será a oportunidade que terá para crescer, conhecer o mundo do adulto, desenvolver sua fantasia, imaginação, criatividade, explorar seus sentimentos, desenvolver sua capacidade de concentração e atenção e nutrir sua vida interior. Ou seja, trabalhar o que tem de mais sério, de mais necessário, de mais vital: o crescimento e o desenvolvimento da vida. 

Dessa forma, as brincadeiras e os jogos devem ser pensados e preparados para estimular a criança a brincar, convidando-a a explorar, a sentir, a experimentar, a viver! 

 E é assim que as crianças se integram e realizam diversas brincadeiras na hora do recreio.
















Atividades desenvolvidas na Educação Infantil

Ouvir história é recuperar a herança empírica do homem, seus medos, descobertas e desejos. As crianças sabem muito bem o que é essa herança empírica no turbilhão de sentimentos que vivenciam, é onde entra a figura do professor/contador de histórias como mediador deste processo de aprendizagem de lidar com as emoções.
Apesar das crianças precisarem de ajuda para lidar com seus sentimentos estas não conseguem falar com naturalidade e facilidade sobre seus problemas, isto porque não estão habituadas à linguagem cotidiana, para elas esta não é a linguagem do sentimento, elas se expressam melhor através da metáfora, da imagem como em histórias e sonhos.
A comunicação por meio da narração de histórias fala as crianças mais profundamente do que a linguagem literal, a linguagem do pensamento; dramatizar, representando aquilo que se quer dizer através do desenho ou pintura é fazer uso da linguagem imaginativa, essa é naturalmente a linguagem infantil.

Com essa ideia a Professora Dione com ajuda da Monitora Débora realizaram a contação da história da “Branca de Neve e os sete anões” para seus alunos da Educação Infantil, na qual a professora se fantasiou de Branca de Neve e escolheu seus anõezinhos.